Você vê a cidade só pela janela do carro ou você caminha por ela?

Quando você passa de carro você olha os outodoors? Repara neles?

 

E, será que agora, com a cidade ali dentro, você vai olhar pra ela? Vai reparar nela?

Quando você olha pra cidade, qual cidade você vê? A sua cidade ou a cidade do outro?

 

Mas quem é o outro? E quem é você?

A cidade é sua e dele? A cidade somos nós?

 

Mas quem é esse nós? E o que queremos nós, enquanto cidade?

Somos mesmo nós? Ou somos só eu, você e o outro?

 

Esse nós é quem constrói a cidade ou quem decide o que vai ser construído?

Ou demolido.

 

Mas por que a cidade está sendo demolida? 

É mais fácil derrubar do que preservar?

 

E queremos mesmo preservar a memória? 

Ou apenas derrubar?

 

Quem decide o que derruba também decide o que preserva?

E quem é que decide?

 

Quem decide qual memória é preservada?

Isso depende "de qual família você é"?

 

A memória da sua família vale mais do que a memória da minha?

- Shel Almeida 

 

 

 

Esta série de fotos foi feita em um antigo prédio, demolido e em estado de ruína, que faz parte da memória de várias famílias.

Um lugar que trouxe a vida e que, do seu modo, insiste em mostrar que ela ainda está ali, se agarrando ao concreto que restou.

 
Foto 3 - Av. Norte Sul_quadro C_AF.jpg

© 2021 Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now